Tudo sobre glúten

Quem acompanha o blog aqui sabe que eu descobri que tenho um pequeno problema. Não é nada que estrague nossa saúde, porém é um problema chatinho para lidar. Descobri há uns meses atrás a minha intolerância ao glúten, ou seja, eu tenho uma doença celíaca.

Você pode estar se perguntando: mas o que é isso?

Eu vou explicar, quem possuí esse tipo de doença não pode consumir nada que contenha glúten. O glúten é uma proteína que existe no tigre e em alguns outros tipos de cereais como a aveia, o centeio e até na cevada. E quando você tem que parar de consumir esses tipos de produtos é que a vaca vai para o brejo. Sabe qual a primeira coisa que você pensa?

Você pensa que nunca mais você vai poder consumir um misero pão, nada de massas e biscoitos. Ou seja, acabaram as guloseimas. Quando eu descobri qual era o meu problema entrei em choque, ou seja, fiquei muito puta da vida. Passei dias chorando, fiquei imaginando uma vida de privações alimentares. Afinal, preciso confessar aqui: eu amo comida, eu amo comer e amo comer doces. Gosto de doces, chocolates, bolos, de lanches, massas! Achei que fosse entrar em depressão.

Porém, quando me acalmei percebi que não é assim o fim do mundo. Existem muitos produtos que são oferecidos pela indústria alimentícia que são feitos sem glúten. Claro que você vai sentir isso no bolso, é muito caro comer esse tipo de alimento.

E se você pensar com calma, cortar pães e massas da vida te deixa muito mais saudável. Então resolvi utilizar esse meu problema para emagrecer e perder uns quilinhos e ter uma vida mais saudável!

Como saber se sou celíaco?

como fazer bolo sem glúten?A minha dica é: ao invés de um clínico geral procure um gastro. Você vai começar a notar um inchaço na região da barriga, como se fosse uma inflamação. O gastro vai te pedir alguns exames para que você possa saber o que acontece de verdade e se você tem algum problema. São exames de sangue simples e um ultrassom abdominal. Se você tiver realmente problemas com glúten, com 15 dias de medicamento e restrições você já voltará a ter vida normal. Depois de 1 mês você não sentirá mais dores na barriga e tudo parecerá normal.

Vale lembrar que cada médico é um médico, ou seja, para o tratamento você dependerá das ações e do método de atuar do seu médico. Porém não deixe de procurar ajudar, sua qualidade de vida aumentará consideravelmente.

Quais situações podem levar ao cancelamento do Bolsa Família?

nis

Apesar de o Bolsa Família ser fundamental para que vários brasileiros consigam se manter, ele não é um benefício definitivo: dependendo da conduta dos beneficiados, ele pode ser cancelado.

O Ministério do Desenvolvimento Social tem essa política porque houve situações nas quais a família em questão não tinha necessidade do Bolsa Família e o recebia, fazendo com que pessoas com real necessidade fiquem à espera.

É preciso que os cidadãos saibam quando o seu Bolsa Família pode ser cancelado, haja visto que o tempo para que ele seja confirmado é longo e também pode demorar para ele ser reativado (se for). Já para ser concedido na primeira vez, o prazo é de até 3 meses.

Em quais contextos o Bolsa Família é cancelado?

Todas as pessoas que moram na residência e que formam a renda per capita têm de estar cadastradas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e ter o NIS (Número de Identificação Social) ativo.

Sendo assim, qualquer alteração não comunicada, como um parente que deixa de morar com os demais, deve ser avisada.

A saúde de quem é assistido pelo Bolsa Família também precisa ser bem cuidada para que o benefício não seja cancelado.

Dessa maneira, todas as crianças devem ter as suas vacinas aplicadas e as mulheres têm de fazer consultas ginecológicas periodicamente. Aquelas que estiverem grávidas precisam do acompanhamento pré-natal regular do SUS.

A cada dois anos, a família tem de retornar ao CRAS para fazer o recadastramento.

Essa é uma regra para todos os que recebem o Bolsa Família e o centro de referência ou a Prefeitura vão avisar em qual dia esse procedimento tem de ser feito. Aqueles que não comparecerem ao recadastramento do benefício deixarão de recebe-lo.

A frequência escolar das crianças e dos jovens também faz parte da análise do Ministério do Desenvolvimento Social para cancelar ou não o Bolsa Família.

É imprescindível que eles estejam frequentando regularmente as aulas e a escola avisa o governo quando há faltas excessivas.

Dá para recuperar o Bolsa Família que foi cancelado?

Além de conhecer as circunstâncias nas quais o Bolsa Família é cancelado, é claro que os beneficiados devem ficar cientes de que ele pode ser reativado, desde que o governo federal permita. Para isso, a pessoa precisará ir ao CRAS ou à Prefeitura perguntar a razão pela qual o benefício foi cancelado.

Tendo a resposta, é necessário escrever uma carta ao Ministério do Desenvolvimento Social e ela terá dois objetivos: explicar a situação que motivou o cancelamento ou comprovar por documentos que foi um engano e pedir que o Bolsa Família volte a ser depositado.

Pode demorar um mês para que a resposta do governo seja mandada e não é garantido que ele permitirá que o benefício seja devolvido; por isso, é essencial não o deixar ser cancelado.

Se o Bolsa Família for reativado, ele é retroativo até 90 dias. Isso significa que o cidadão que não recebeu por 5 meses, por exemplo, terá 2 completamente perdidos.

O que pode provocar dor de cabeça

remedio para dor de denteA dor de cabeça é um dos incômodos mais comuns na sociedade, em especial na vida adulta.

Normalmente, não traz consequências sérias e nem é causada por doenças preocupantes, mas cabe saber as suas principais razões e quando essa dor pode demandar mais cuidados.

Primeiramente, a dor de cabeça pode ser justificada por problemas oculares simples, como o grau dos óculos estar inadequado ou mesmo pelo indivíduo não o usar.

Quando os óculos são trocados, também é normal que a dor de cabeça surja porque os olhos estarão em adaptação por alguns dias.

Mais uma razão simples para essa dor é a anormalidade dentária: quando há cáries muito avançadas ou outros problemas nos dentes, é comum que a dor também se estenda para a cabeça.

Nessa situação, pode-se ingerir remedio para dor de dente para atenuar a condição imprópria, mas ela retornará se o dente não for tratado.

Mais algumas condições nas quais pode ocorrer dor de cabeça são neuralgia do trigêmeo, devido à pressão craniana, ataques de pânico, meningite, ruptura de vasos cerebrais, ressaca, artrite, otite, desidratação, Síndrome de Arnold-Chiari, tumor cerebral, aneurisma cerebral, sinusite aguda, toxoplasmose, síndrome pós-concussão, uso de certos remédios, glaucoma, encefalite, intoxicação, trombose venosa e muito mais.

Tratamento para dor de cabeça

remedio para dor de denteQuando se trata de situações específicas, como não ter dormido bem ou uma gripe, a dor de cabeça pode ser tratada somente com um analgésico comum.

Entretanto, quando ela é causada por sinusite, por inflamações no ouvido e outras doenças, é necessário que elas sejam tratadas para que a dor de cabeça também seja.

No geral, os pacientes com cefaleia não precisam ir ao hospital, a menos que tenham outros sintomas associados, tais como náuseas, problemas para falar, torcicolo, febre superior a 39°C, confusão mental, dificuldade para andar, dificuldade para enxergar, dormência, desmaio e outros.

Quando a dor de cabeça é muito forte e o analgésico não faz efeito, também é interessante procurar o hospital, bem como se essa dor acontece de maneira recorrente.

Condições externas que causam dor de cabeça

Por vezes, essa dor não é devido a nenhuma doença, mas a condições isoladas e aos maus hábitos. O calor excessivo, por exemplo, pode desencadeá-la, assim como o consumo de cafeína e o estresse.

O especialista que faz o acompanhamento da dor de cabeça é o neurologista e, nos casos recorrentes, ele pode solicitar tomografias, além de indicar mudanças alimentares e a ingestão de medicamentos de controle.

Sua fantasia sexual é normal?

Desde pés, urina até objetos inanimados como o couro pessoas tem vários tipos de desejos sexuais e fetiches, pessoas tem vários tipos de desejos sexuais e fetiches. Mas, ser estimulado por objetos inanimados ou partes não genitais uma coisa normal?

No que diz respeito ao cérebro o que você acha sexy é uma combinação de processos cognitivos, emocionais e físicos. Claro que o aspecto do anonimato do comportamento sexual fez com que os estudos sobre isso fossem desafiantes. Para reverter isso, um grupo de estudos utilizou o grupos no Yahoo para estimar a preferência de fetiches do comportamento sexual típico.

Pesquisa de fetiches sexuais

Com a ajuda de 5000 usuários, pesquisadores descobriram que grande parte fetiches não era apenas partes do corpo mas, objetos associados a partes do corpo como sapatos ou fones de ouvido. Grupos populares incluíram fluídos corporais e tamanho corporal. Mas o grupo mais popular de longe foi os pés e dedos.

Por que atualmente existe uma explicação neurológica para fetiche com pés: se investigarmos um mapa visual demonstrado que áreas e proporções do cérebro são dedicadas a processar funções sensoriais nós podemos ver que pés, dedos e genitálias estão fisicamente uma do lado da outra no cérebro.

Um estudo foi capaz de fazer uma ligação entre desejo sexual e regiões do cérebro com yum homem que sofria com tonturas epiléticas e um fetiche com alfinetes de fralda após uma cirurgia lobectomia parcial ou “remoção de parte do cérebro” tanto suas tonturas quanto fetiche por alfinetes acabaram

Fantasias sexuais desenvolvidas durante experiências iniciais quando temos maior formação de ligações sinápticas e neurogênese no cérebro, “sexual imprinting” (impressão sexual) é o processo que nós e outros animais aprendemos as características desejadas de companheiros ainda jovens que frequentemente influenciados por aqueles que nos criaram.

Um estudo encontrou que filhas adotadas acabaram escolhendo maridos com um rosto semelhante a os do seus pais adotivos. Mulheres que tem uma relação mais emocional e de suporte com seus pais também tendem a escolher companheiros com similaridades com seus pais, do que as mulheres que tiveram relações mais negativas com seu pais.

Mas, com fetiches esse “sexual imprinting” pode ser com objetos também um estudo utilizando dois grupos de ratos sexualmente ingênuos onde um grupo vestia uma pequena jaqueta de velcro durante sua primeira experiência sexual
enquanto o outro grupo, o grupo controle, não vestia nada.

O grupo controle demonstrou um comportamento sexual normal com ou sem a jaqueta enquanto o grupo que utilizou a jaqueta foi impossibilitado de ser estimulado sem a utilização da jaqueta. O mesmo estudo foi realizado com outros objetos e obteve os mesmos resultados.

Isso poderia explicar por exemplo o por que uma pessoa que tenha fetiche com couro pode ter dificuldades de ser estimulada sem o couro. Um estudo separado com ratos, teve um grupo de ratos machos filhotes dormindo em essência de limão e o outro grupo sem essência.

Para sua primeira experiência sexual eles tiveram a opção de duas fêmeas sexualmente preparadas: uma apresentando a essência de limão e outra não. O grupo controle preferiu qualquer uma das fêmeas igualmente enquanto o grupo com essência preferiu as fêmeas com essência mas esses desejos específicos ou preferências podem ser bloqueadas por naloxona que bloqueia endorfinas (ou os neurotransmissores “de recompensa”) que podem se ligar a receptor opióides no cérebro bloqueando a “recompensa” sexual que é atribuído com as jaquetas de velcro ou a essência de limão.

Enquanto sabemos muito sobre fetiches em ratos não existem muitas pesquisas em preferências sexuais humanas raras. E no passado elas eram frequentemente classificadas como doenças mentais, mas enquanto suas preferências sexuais ou fetiches possam parecer únicos para você e sua experiência a ciência moderna demonstra que ter um fetiche é uma parte normal do ser humano.

E se não esta machucando nem você nem outra pessoa isso pode existir como parte de uma vida sexual saudável.

Veja os 5 fetiches mais inusitados

como aumentar o penisEu sempre gostei de conhecer pessoas de diferentes países e culturas, e também gosto de pessoas ecléticas quando o assunto é cama. Eu sempre vivi várias experiências quando o assunto é sexo. Eu gosto muito de sentir sensações ótimas como: prazer, química e tesão.

Algumas vezes eu até me consultei com um Sex Coach que ajuda muitas mulheres a serem mais felizes.

Fetiches

Hoje o assunto principal dessa postagem são os fetiches. Muitas vezes me surpreendi com o tanto de fetiches que os homens tem. Achei que as pessoas tivessem vergonha de falar sobre isso, porém nesses anos em que conheci várias pessoas diferentes notei que isso é mais “normal” do que aparenta.

Vou te contar quais são os fetiches mais inusitados que encontrei fazendo uma pesquisa rápida na internet e com alguns amigos. Vamos lá, confira abaixo os 5 fetiches mais estranhos:

1. Altocalcifilia

Você conhece alguém que gosta muito de salto alto? Todos nós conhecemos a podolatria mas poucos de nós conhecemos a altocalcifilia. Isso é quando a pessoa sente tesão em ver mulheres com salto alto. Conheço um amigo que tem esse fetiche. Muitas mulheres não sentem prazer nisso, porém muitas vezes fazem o pedido do parceiro para satisfaze-lo. Algumas pessoas com esse fetiche pedem para serem pisadas, para que as mulheres tomem vinho em seus sapatos e até aceitavam que seus parceiros usem seus sapatos durante a transa. Porém alguns homens passam dos limites e pedem para penetrar suas parceiras com seus saltos. Algumas permitem, outras acham exagero e param por aí!

2. Ménage à trois inusitado

Eu aposto que a primeira pergunta que você se fez ao ler isso foi: “O que é um ménage à trois?” ou até mesmo: “o que isso tem de bom ou diferente?”. Você deve saber que de 10, 9 homens tem essa tara de transar com duas mulheres ao mesmo tempo, certo? O que me fez colocar esse fetiche nessa postagem é que todos os homens com quais conversei relatou esse fetiche. Algumas mulheres relatam que mesmo sendo casadas a mais de 1 década seus maridos ainda fazem esse pedido. Alguns homens também tem o desejo de ver sua mulher transando com outros homens enquanto eles apenas assistem.

3. Salirofilia

Você sabe o que esse fetiche significa? Ele é o tesão por suor ou saliva. Você pode até ter pensado: “Mas eu uso a saliva no sexo! Será que eu sou um ‘salirófilo’? Já adianto que ser ‘salirófilo’ é muito além disso. Algumas pessoas com esse fetiche pedem para seus parceiros não tomarem banho, andarem descalços e não usar nada de perfume ou desodorante. Além disso alguns homens pedem para suas parceiras praticarem alguma atividade física para que soem muito antes de transar. As pessoas com esses fetiches amam o “odor” de seu (sua) parceiro (a). Algumas pessoas além disso cheiram as roupas intimas de seus parceiros.

4. Menofilia

Essa é básica! A menofilia é um tesão por mulheres menstruadas. Não é simplesmente pelo cheiro diferente, é chafurdar feito um vampiro. Alguns homens fazem sexo oral em mulheres menstruadas. Sou uma das pessoas mais a favor da realização do sexo oral no mundo, mas para mim isso já é demais.

5. Fornifilia

Você sente algum tesão quando falamos de “mesas” e “estantes”? E se falarmos de poltronas ou criado mudo? As pessoas com esse fetiche gostam que seu parceiro finja ser um móvel estático. Eu ri quando comecei a pesquisar sobre esse fetiche, mas é real. Para quem gosta da fornifilia isso é essencial para gerar prazer durante a transa. Eu seria um guarda-roupa, e vocês?

E você? Qual foi o pedido mais estranho que já recebeu? Conta aí, quem sabe eu consiga aumentar essa lista!

Como funciona a aposentadoria por tempo de contribuição

A aposentadoria por tempo de contribuição é um benefício previdenciário concedido ao trabalhador que completar e devidamente comprovar tempo mínimo de filiação e contribuição à Previdência Social. Outros requisitos devem ser cumpridos, como veremos adiante.

Esse benefício pode ser dividido em categorias diferentes, tais como integral e proporcional, e urbana e rural. As regras são diversas para cada regime.

Quem tem direito à aposentadoria por tempo de contribuição?

pagar inss retroativo Pela regra atual, o tempo de contribuição mínimo para os homens é de 35 anos e para as mulheres é de 30 anos. Esse é o tempo para receber o benefício de forma integral.

Para recebê-lo de maneira proporcional, o tempo é menor: 30 anos para homens e 25 para mulheres. Contudo, nessa eventualidade, o homem deve ter no mínimo 53 anos de idade e a mulher, 48 anos.

Cumpre ressaltar que há diferença entre os valores da aposentadoria integral e da proporcional, cabendo ao contribuinte avaliar qual possibilidade lhe será mais vantajosa.

Existem algumas exceções para determinadas profissões, como no magistério, no qual os homens poderão se aposentar com 30 anos e as mulheres com 25 anos, sem redução de valores como pelo Fator Previdenciário.

Já quem não começou a pagar a Previdência desde o início das atividades empregatícias, pode pagar inss retroativo para regularizar sua situação e garantir a aposentadoria.

Principais requisitos e regimes da aposentadoria 

Há cálculos diferentes para o benefício conforme a regra utilizada. Pela regra 85/95, por exemplo, o critério é a soma da idade do trabalhador com o tempo de contribuição.

Essa soma deve totalizar 85 anos para as mulheres e 95 para os homens. Não há idade mínima para o recebimento do benefício conforme essa regra.

Já pela mencionada regra com 30/35 anos de contribuição, é o tempo total de contribuição que é averiguado. Também não há limite mínimo de idade para a concessão da aposentadoria.

Por outro lado, a regra para a aposentadoria proporcional determina os mencionados limites de idade mínima para mulheres (25 anos) e homens (30 anos).

Nesse caso, também é o tempo total de contribuição que é levado em conta, mais o adicional (de acordo com a legislação atual, corresponde a 40% do tempo que falta para o cidadão completar o tempo mínimo da proporcional).

Os documentos necessários para a solicitação do benefício são um documento de identificação válido e oficial com foto, número de CPF, carteira de trabalho, carnês de contribuição e outros documentos que comprovem a contribuição ao INSS e demais documentos para comprovação de situações específicas.

Jejum Intermitente: fazer ou não fazer?

thermatcha preço

E muita gente tem me perguntado sobre o jejum intermitente… se ajuda a perder peso, se ajuda pra ficar mais definido, se ajuda na hipertrofia, se faz mal, como que tem que fazer…

O jejum intermitente é um não se alimentar. É não comer, não consumir calorias por um período determinado de tempo. Esse período ele pode ser 12 horas, 14 horas… 24 horas… vai depender de cada um. Nesse tempo você vai ficar sem comer, mas pode tomar líquidos como água, chás e café… O mais comum que as pessoas fazem o jejum intermitente é pulando o café da manhã, voltando a comer no almoço. E vai ter sim o beneficio da perda de peso, perda de gordura, vai ajudar a pessoa a ficar mais definida.

Nada é capaz de baixar mais a insulina do que o jejum, e esse é o hormônio central no processo de emagrecimento e fundamental no processo de normalização metabólica. Ficar sem comer é uma coisa muito natural para o corpo, porque evolutivamente a gente foi adaptado pra isso… já que essa abundância de comida que temos hoje nem sempre foi a realidade. Então a gordura que a gente estocava era nada menos do que energia armazenada para ser utilizada justamente nos períodos de escassez. Agora, se você tem comida o tempo todo, por que é que seu corpo usaria as reservas de energia se tem sempre mais chegando?

Muitas pessoas têm medo de pular um lanche com receio de se sentirem cansadas, ficarem doentes…“Não vou ter energia”. Mas passado o período de adaptação, muitas pessoas se sentem até mais dispostas e com mais energia. O jejum intermitente ele exige uma adaptação, prestar atenção nas respostas do próprio corpo vai te dar. E ter o acompanhamento de um Nutricionista é algo que vai te dar muita segurança nesse sentido. E para aqueles que querem ganho de massa e vem me perguntar sobre jejum intermitente: Jejum não é algo que vai ajudar na hipertrofia. Se a melhor estratégia pra hipertrofia é justamente comer, aqui ele não teria muita utilidade.

Claro, falando de potencializar ao máximo o processo de hipertrofia. Dentro dessa estratégia de maximização de ganho de massa muscular, seria muito mais difícil fazer o jejum do que seguir a dieta programada. Jejum intermitente é bom sim pra perda de gordura, pra perda de peso, pra ficar mais definido com essa perda de gordura, aparecendo mais a musculatura.

O que quebra o jejum intermitente?

Nós temos falado bastante sobre jejum intermitente sobre como fazer o jejum intermitente quais são os benefícios do exercício em jejum.  Primeiro você não pode comer nada nas horas que você tá fazendo o jejum e você pode beber tomar qualquer líquido que não contenha calorias.

Para começar este jejum tem o nome intermitente porque em algum momento a gente come em outro período a gente está em jejum, nesse período que a gente está em jejum (estar em jejum significa não estar consumindo calorias nenhuma) muita gente segue protocolo de restrição de tempo nos quais a pessoa fica por exemplo 16 horas sem comer e se alimenta durante um período de oito horas. O que a gente está falando aqui é que líquido isto pode consumir neste período de 16 horas. Por exemplo: se tiver esse protocolo nesse período de 16 horas sem consumir calorias você pode consumir
água, café e chá.

Você pode tomar água também e isso é importante para que você se mantenha hidratado. Você pode tomar chimarrão e deve evitar qualquer bebida que tenha adição de açúcar. Já o leite você deve evitar, o leite quebra o jejum intermitente porque contém calorias e lactose.

Procure um especialista antes de começar a praticar o jejum intermitente.

Estilo de vida saudável combate o envelhecimento; entenda

quitoplan para emagrecerCuidar da saúde pode fazer mais do que retardar o processo de envelhecimento. Segundo pesquisa, pode até mesmo reverter os danos causados pelo tempo. A informação vem de um estudo da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que mostra que manter uma rotina de exercícios, uma dieta equilibrada e praticar técnicas que permitam reduzir ou aliviar o estresse, como ioga, aumentam a vida útil das células.

Para chegar à conclusão, médicos avaliaram o impacto do estilo de vida sobre os telômeros, estrutura que funciona como uma capa nos cromossomos e que protege contra o envelhecimento. Para entender o papel deles basta pensar no acabamento de um cadarço de sapato que evita que o tecido fique desfiado.

A pesquisa se baseou em dados coletados em dois grupos formados por homens diagnosticados com câncer de próstata. Nenhum deles havia feito cirurgia ou iniciado tratamento. Metade deles seguiu sem mudanças. A outra foi submetida a uma mudança de estilo de vida radical, monitorada por médicos, nutricionistas e psicólogos.

A dieta do grupo de controle passou a ingerir grandes quantidades de proteínas vegetais, frutas, vegetais e grãos integrais, além de poucos índices de gordura e carboidratos processados. Os homens passaram a praticar ioga, a meditar e a fazer exercícios de forma moderada, como 30 minutos de caminhada, seis dias por semana.

Monitorados por cinco anos, os homens submetidos à nova rotina mostraram que os telômeros aumentaram cerca de 10%. Os dos demais homens seguiram o processo de degeneração natural e diminuíram cerca de 3%. A pesquisa, divulgada pelo jornal Daily Mail, no entanto, não constatou diferenças na evolução da doença entre os grupos.

Manter ou não o relacionamento em nome dos filhos

Oi meu amor, tudo bem? Hoje vou falar sobre um tema que foi uma pessoa que pediu para falar. Quando a gente mantém o relacionamento em nome dos filhos, relacionamento é uma porcaria, ele já não existe mais, mas a gente diz que não separa para preservar os filhos. Se o seu relacionamento não tá bom é você quem precisa olhar, perceber e avaliar isso, esse é um passo, não, esse relacionamento já deu o que tinha que dar, ele não tá bom, ou então ele está ruim demais, enfim, isso você precisa avaliar.

Agora, se está muito ruim, manter isso em função dos filhos, porque você tem filhos, precisa um olhar muito, muito carinhoso, porque dependendo do nível desse relacionamento você vai destruir mais os seus filhos do que se você se você se separasse. Isso é uma coisa que se você conversar com qualquer psicólogo, principalmente psicólogos que atendem adolescentes e crianças eles vão dizer isso para você.

Manter ou não meu casamento?

Muitas vezes manter um relacionamento ruim em nome dos filhos é uma desculpa que você dá para você, porque você não tem coragem de terminar esse relacionamento, você não tem coragem de seguir em frente, e quando digo isso não estou falando mal de você, não é fácil ter essa coragem de decidir chega, acabou, basta, esse relacionamento já foi onde tinha que ir, é muito difícil fazer isso, é muito difícil ter essa coragem, é muito difícil ter a coragem de retomar a pegar a vida nas mãos e criar uma história melhor, e tudo bem.

A gente já falou sobre isso, se for preciso, se você reconhece, busca ajuda, agora não use teus filhos para manter esse relacionamento. Os teus filhos não podem ouvir as brigas, não estão presentes nos conflitos, mas eles percebem tudo num nível muito sutil, e isso os destrói. Nós achamos que como a criança, um adolescente não tem maturidade de absorver aquilo. Ele pode nem estar vendo, mas ele está percebendo é tudo, não em um nível  consciente, mas no inconsciente o estrago é o mesmo.

O que teu filho precisa  da mesma coisa que você precisa, que teu parceiro ou parceira precisa, o direito a uma vida saudável, e uma vida pode ser saudável mesmo quando os pais não estão mais juntos. O que você tem que ter em mente , é uma vida de amor, uma vida saudável, se teu tenho um relacionamento tem salvação, invista nisso, se é possível nutrir teu relacionamento, fazer com que ele brote novamente, floresça novamente faça o que achar que deve. Agora se isso não é possível, aí você tem que ver o que você vai fazer. Pode ser que você diga assim: “Vou ficar por aqui mesmo”, mas não em nome dos teus filhos, não use seus filhos para manter seu relacionamento. Você vai destruir os seus filhos muito mais do que preservar, muito
melhor dar uma vida saudável para eles.

Assuma as consequências dos seus atos e não use seus filhos ou qualquer outra pessoa para se manter em relacionamento nenhum.

O que fazer se esquecer de tomar a pílula anticoncepcional

anticoncepcionalSe você esqueceu de tomar a pílula por menos de 12 horas: se você estava tomando o anticoncepcional direitinho e percebeu que esqueceu um, não tem problema você tem até 12 horas para tomar a pílula sem que o medicamento perca o efeito.

Mas caso você tenha esquecido de tomar o comprimido por mais de 12 horas, o que terá que fazer vai depender da semana em que você está da cartela do anticoncepcional. Normalmente esquecer uma pílula só não tem problema, o problema está quando você esquece pelo menos duas pílulas ou mais na mesma cartela.

Aí sim você pode engravidar. O ideal é que você leia a bula do anticoncepcional que você toma para ver quais as instruções ele te dá. Mas em geral os anticoncepcionais funcionam assim:

Se você esqueceu um comprimido na primeira semana você vai ter que lembrar se nos 7 dias anteriores teve relações sem usar camisinha. Pois se isso tiver acontecido há risco de gravidez. Então, se você esqueceu esse comprimidinho logo na primeira semana o que você tem que fazer para prevenir a gravidez é tomar logo que você lembrar o comprimido que você esqueceu. Mesmo que signifique tomar dois comprimidos ao mesmo tempo. E usar o preservativo pelos próximos sete dias para garantir que você não engravide.

E isso vale para qualquer momentos do mês que você tenha esquecido. Mas você também tem a opção de para a cartela atual agora, no dia do esquecimento se esse esquecimento aconteceu na segunda semana, aí você para sete dias e recomeça uma nova cartela. Mas se o esquecimento tiver sido na terceira semana, você também pode fazer aquilo de parar a cartela agora esperar 7 dias e começar uma nova, ou continuar a cartela atual e começar logo a cartela seguinte sem dar essa pausa. E isso é uma boa opção!

Pílula do dia seguinte

Mas se você está insegura porque esqueceu de tomar a pílula, não usou camisinha ou então a camisinha estourou você pode recorrer à pílula do dia seguinte. Ela tem um ou dois comprimidos e que devem ser tomados logo depois da relação sexual sem proteção. Lembrando que entre 12 a 72 horas ela é mais eficiente e quanto antes você tomar melhor. Mas atenção que nem sempre a pílula do dia seguinte funciona.

Na maior parte dos casos a menstruação desce no dia habitual mas é normal que ela venha alguns dias antes ou alguns dias depois. Mas se ela atrasar mais do que 5 dias isso pode ser sinal de gravidez e é melhor você procurar um médico.

Por isso, para não esquecer de tomar a pílula você pode usar estratégias como:

  • Tomar sempre a pílula quando você for fazer uma refeição um importante, como ao almoço ou ao jantar.
  • Usar um alarme, do celular por exemplo, é uma boa estratégia.

Power Blue PreçoMas se você é do tipo que esquece sempre, além de tomar o anticoncepcional e usar a camisinha, você também pode escolher outros métodos para evitar uma gravidez, como o adesivo, o implante, o diafragma, o anticoncepcional injetável, o DIU ou o anel. Fala com o seu ginecologista para vocês decidirem juntos qual é a melhor opção para você.

A pílula anticoncepcional é uma ótima forma de você prevenir uma gravidez indesejada, mas atenção que só a camisinha te protege de uma doença sexualmente transmissível e também de uma gravidez indesejada.

Agora você já sabe o que fazer, então não precisa mais ficar desesperada. E se acontecer de ficar perdida de novo, é só voltar neste artigo que a gente te ajuda outra vez.