Home » Archive by category "Saúde"

Bebida alcoólica pode causar impotência?

power blue funciona mesmo

Muito se debate sobre o assunto, mas a ciência já comprovou diversas vezes que sim, o consumo indiscriminado de bebida alcoólica tem sim relação com a impotência sexual.

O mais triste é que, muitos homens que são alcoólatras correm um sério risco de se tornarem impotentes, o que pode causar mais problemas psicológicos e agravar o quadro.

Abaixo, veja mais sobre como o consumo de bebida alcoólica tem relação com a impotência sexual e alguns tratamentos para esse caso.

Por que o consumo indiscriminado de álcool leva à impotência

Homens que consomem bebidas alcoólicas com frequência e em exagero, podem sofrer  com a atrofia das células responsáveis pela produção de testosterona, o que leva à diminuição dos hormônios masculinos, o contribui para aparecimento da impotência sexual.

Também, esse é um dos principais motivos que leva ao surgimento de casos de ginecomastia, que é o aumento das mamas masculinas.

Esse problema, ainda pode se somar a danos causados diretamente em nervos responsáveis pela ereção, o que pode causar a diminuição da libido e caracteriza uma doença, a disfunção erétil.

Entenda, que não se trata de impossibilidades de ereção esporádicas, já que isso pode acontecer a qualquer homem, para ser caracterizado como impotência sexual, a dificuldade ou falha na ereção tem que ocorrer em mais de 50% das tentativas.

Mas, entenda que esses problemas que citamos acima são efeitos diretos do álcool no organismo masculino e todos os alcoólatras estão sujeitos a sofrer com consequências em maior ou menor grau, dependendo do caso.

A debilidade física

O álcool também causa uma grande debilidade física no corpo do homem, e como  sabemos que é necessário um grande esforço físico para o ato sexual e eis que essa debilidade física pode ser um agravante, já que sem resistência física não é possível ter êxito prática sexual.

O quadro pode começar com os problemas relacionados à queda no desempenho sexual, e depois cansaço excessivo, taquicardia e falta de ar, que tornaram cada vez mais difícil e inviável a relação sexual.

Problemas psicológicos

O alcoolismo também traz inúmeros efeitos psicológicos na vida do homem, que após consumir uma bebida alcoólica, costuma sofrer de forma imediata alterações psicológicas que dificultam o relacionamento com outras pessoas, especialmente com a sua parceira.

Assim, com o passar do tempo, após inúmeras tentativas frustradas para parar de beber, o homem acaba caindo em uma negação do sexo, acreditando que também não é capaz de fazê-lo.

Isso também é uma consequência do uso do álcool e não uma decisão consciente tomada pelo alcoólatra.

Tratamento para este caso

O primeiro passo para tratar a impotência sexual causada pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas é parar de beber, e como muitas isso não é uma tarefa fácil, será preciso conciliar um tratamento médico, com um psicológico.

O psicólogo indicará a terapia, e o médico os medicamentos necessários para reverter esse quadro, que em geral são usados inibidores da fosfodiesterase tipo 5, como:

  • Sildenafila
  • Vardenafila
  • Tadalafila

Mas lembrando, apenas um médico pode dizer qual o medicamento é o mais indicado para o seu caso, assim como a dosagem correta. Procure sempre a ajuda de um médico especialista, e nunca se automedique.

No caso da impotência sexual causada por bebida alcoólica é preciso tratar duas doenças, então procure ajuda médica o mais rápido possível.

Alternativas para impotência

Além dos medicamentos tradicionais que são prescritos pelos médicos e vendidos em farmácia, o público masculino também conta com estimulantes naturais para tratamento de impotência.

Produtos como Power Blue não são considerados remédios, portanto, não agridem o organismo e não provocam efeitos colaterais. Alguns homens questionam se power blue funciona mesmo, e sua eficácia é comumente atestada por diversos depoimentos favoráveis disponíveis na internet.

Quer saber sobre o power blue onde comprar? Diferentemente dos medicamentos encontrados em drogarias, este produto não precisa de indicação médica e pode ser encontrado à venda online.

O que pode provocar dor de cabeça

remedio para dor de denteA dor de cabeça é um dos incômodos mais comuns na sociedade, em especial na vida adulta.

Normalmente, não traz consequências sérias e nem é causada por doenças preocupantes, mas cabe saber as suas principais razões e quando essa dor pode demandar mais cuidados.

Primeiramente, a dor de cabeça pode ser justificada por problemas oculares simples, como o grau dos óculos estar inadequado ou mesmo pelo indivíduo não o usar.

Quando os óculos são trocados, também é normal que a dor de cabeça surja porque os olhos estarão em adaptação por alguns dias.

Mais uma razão simples para essa dor é a anormalidade dentária: quando há cáries muito avançadas ou outros problemas nos dentes, é comum que a dor também se estenda para a cabeça.

Nessa situação, pode-se ingerir remedio para dor de dente para atenuar a condição imprópria, mas ela retornará se o dente não for tratado.

Mais algumas condições nas quais pode ocorrer dor de cabeça são neuralgia do trigêmeo, devido à pressão craniana, ataques de pânico, meningite, ruptura de vasos cerebrais, ressaca, artrite, otite, desidratação, Síndrome de Arnold-Chiari, tumor cerebral, aneurisma cerebral, sinusite aguda, toxoplasmose, síndrome pós-concussão, uso de certos remédios, glaucoma, encefalite, intoxicação, trombose venosa e muito mais.

Tratamento para dor de cabeça

remedio para dor de denteQuando se trata de situações específicas, como não ter dormido bem ou uma gripe, a dor de cabeça pode ser tratada somente com um analgésico comum.

Entretanto, quando ela é causada por sinusite, por inflamações no ouvido e outras doenças, é necessário que elas sejam tratadas para que a dor de cabeça também seja.

No geral, os pacientes com cefaleia não precisam ir ao hospital, a menos que tenham outros sintomas associados, tais como náuseas, problemas para falar, torcicolo, febre superior a 39°C, confusão mental, dificuldade para andar, dificuldade para enxergar, dormência, desmaio e outros.

Quando a dor de cabeça é muito forte e o analgésico não faz efeito, também é interessante procurar o hospital, bem como se essa dor acontece de maneira recorrente.

Condições externas que causam dor de cabeça

Por vezes, essa dor não é devido a nenhuma doença, mas a condições isoladas e aos maus hábitos. O calor excessivo, por exemplo, pode desencadeá-la, assim como o consumo de cafeína e o estresse.

O especialista que faz o acompanhamento da dor de cabeça é o neurologista e, nos casos recorrentes, ele pode solicitar tomografias, além de indicar mudanças alimentares e a ingestão de medicamentos de controle.