Home » Archive by category "Saúde"

Não sinto vontade do meu marido

Provavelmente, se vocês está lendo esse artigo, você é mulher e já passou por uma situação de não querer ter relações sexuais com seu parceiro, seja ele namorado, ficante, marido ou amante, certo? Creio que se você está lendo isso já passou por um ou mais períodos de seca nos seus relacionamentos.

Depois de alguns anos convivendo com alguém é mais provável de que isso aconteça do que você pode imaginar.

É muito comum que nós mulheres vejamos nosso desejo pelo nosso parceiro quase que acabar de uma hora para outra.

E acredite, isso é mais frequente do que você possa imaginar, mas como não faz parte do conto de fadas que todas as mulheres querem viver, não contamos isso para ninguém.

Entenda, quero dizer que isso é mais comum do que imaginamos, mas está longe de ser normal. É o que diz a psicóloga Renata Santos. “Isso acontece dentro de muitos casamentos, a relação acaba caindo na rotina, nenhuma das partes se importa, e o desejo vai passando, vai ficando para depois.

O sexo sem novidade é chato e a tendência é que ele caia cada vez mais no esquecimento”, afirma. “Quando você está no começo da relação tudo é novo, na fase de namoro geralmente você não caí na rotina, por isso o sexo acontece mais vezes.”

Por que ocorre uma queda no desejo sexual?

Podemos (e vamos!) listar aqui uma série de coisas que podem acabar com o seu apetite sexual e causar o esfriamento da sua relação amorosa:

A “santa” rotina

Impedir de tonar o sexo uma coisa monótona faz com que a relação não caia na rotina. Ou seja, fazer sexo igual, sempre do mesmo jeito acaba deixando isso “chato”. A rotina é uma das grandes causadoras da falta de desejo sexual.

Marcar dia para transar

Quando você já tem uma relação por muito tempo, começam a morar juntos ou se casam deixar o sexo somente para o final de semana acaba se tornando um hábito. “É muito mais fácil fazer dessa forma visto que nenhum dos dois precisa acordar cedo no outro dia”, explica Renata.

Essa ação faz com que você fique planejando o dia da transa, você guarda todo seu desejo sexual para um único dia, isso torna o sexo uma coisa mecânica, q pode causar a falta de interesse e minar sua libido.

Brigas ficam fora da cama

Essa é uma regra básica, você tem que deixar seus problemas com filhos, mágoas e brigas fora da cama. Levar ressentimentos para a cama pode tornar o sexo uma porcaria, além de prejudicar a relação negativamente.

Problemas financeiros

Essa é a maior causa de casais que tem problemas na cama. O dinheiro influencia tanto que muitos casais acabam terminando o casamento por conta disso. É necessário muita conversa fora da cama e que o casal relaxe de verdade na hora que decidir ir para a cama.

Menopausa e andropausa

Os fatores hormonais influenciam muito na questão da libido e desejo sexual. Problemas com a menopausa na mulher e a andropausa no homem podem provocar grandes quedas nos nível de hormônio sexual, o que leva à diminuição da sensação de prazer e da libido.

Como solucionar problema de desejo nas mulheres?

Uma boa solução é procurar suplementos e remédios naturais para problema da libido. Uma boa dica é procurar por melhor maca peruana para mulheres e ver com produto se adequa melhor as suas necessidades. Esses produtos além de naturais, aumentam a libido e a vontade de transar. Você vai se surpreender.

Creme para disfunção erétil funciona?

Hoje em dia nos mercados brasileiros existem diversos produtos que prometem ajudar na disfunção erétil que tanto vem prejudicando a vida sexual de um grande número de homens.

Antes de decidir qual o melhor tratamento para o problema, é necessário entender o que é a disfunção erétil, quais suas causas e efeitos colaterais.

Confira abaixo para ter certeza que os produtos apresentados nesta matéria são realmente para a sua situação.

O que é disfunção erétil?

Disfunção erétil e impotência sexual são a mesma coisa, a mudança do termo ocorreu pois impotência sexual ao longo dos anos passou a ser usado de forma pejorativa.

Sendo assim, o termo disfunção erétil ganhou mais destaque e tem como definição a incapacidade de atingir ou manter a ereção por tempo suficiente para alcançar prazer suficiente para ambos os envolvidos.

As causas mais comuns que causam disfunção erétil

As causas mais comuns que causam a disfunção erétil são o abuso de álcool, drogas, e cigarros a longo prazo; a obesidade; a depressão e outros tipos de distúrbios psicológicos; o uso prolongado de remédios e o calor excessivo nas genitais.

Sintomas da disfunção erétil

A disfunção erétil não altera apenas o físico do homem, mas também trás problemas ao seu psicológico, veja abaixo os sintomas mais comuns:

  • Incapacidade de atingir ou manter uma ereção forte;
  • Ereções pequenas e flácidas;
  • Demora para alcançar a ereção;
  • Deformação do pênis
  • Ejaculação precoce
  • Perda de ereção em algumas posições
  • Diminuição de pelos
  • Ausência ou diminuição de ereções espontâneas e matinais
  • Problemas de ansiedade
  • Baixa autoestima
  • Insegurança

Infelizmente, não existe uma fórmula mágica que pode tratar a disfunção erétil do dia pra noite, mas não se desespere porque ainda há solução.

Manter uma alimentação mais saudável, cortar o cigarro e a bebida em excesso são passos primordiais para uma mudança.

Além disso, é possível encontrar muitos remédios para a disfunção erétil no mercado brasileiro, entre eles, um que vem revolucionando e trazendo enormes benefícios por ser 100% natural é o Macho Macho.

O Macho Macho funciona e é é um remédio diferente da grande maioria, a começar pela forma de uso. O remédio vem em forma de gel, e pode ser usado até 30 minutos antes de uma relação sexual.

Seu efeito a curto prazo, gera uma ereção mais dura, prazer prolongado e aumenta a duração da relação sexual.

A longo prazo, o Macho Macho garanti aumentar o tamanho do pênis de 4 a 6cm, assim como o seu perímetro.

Por ser um remédio 100% natural, o Macho Macho não apresenta nenhum efeito colateral, seus efeitos tendem a aumentar gradativamente conforme o uso, já apresentando resultados visíveis nas primeiras duas semanas.

Utilizar o Macho Macho é muito simples, a aplicação do gel deve ser feito com as mãos em movimentos circulares no pênis ereto, tendo certeza que passou por toda a sua extensão.

O Macho Macho Funciona e deve ser utilizado todos os dias durante 1 mês, e deve haver uma pausa pela mesma quantidade de tempo, para depois iniciar um novo clico.

Atenção, o Macho Macho só é vendido no seu site oficial, qualquer outro site que disponibiliza o produto não oferece o Macho Macho real, sendo uma falsificação e podendo trazer riscos a saúde.

Alimentação saudável, uma missão impossível?

Atualmente manter uma alimentação saudável vem se mostrando um grande desafio.

A rotina acelerada do dia a dia faz com que outras coisas passem à frente na lista de prioridades, e aquelas famosas frases como “amanhã eu faço” ou “eu começo a dieta segunda”, entram em um lopping infinito.

Você já parou para pensar no porque manter uma alimentação saudável é tão complicada?

A má alimentação é muito comum para aqueles que moram sozinhos, isso devido ao cansaço e a falta de ânimo em cozinhar.

Além do tempo que parece competir contra nós nos dias atuais, ainda há outros fatores que nos afastam do objetivo de viver uma vida saudável ou perder aqueles quilos a mais.

Veja abaixo as principais causas que dificultam uma alimentação saudável.

Ansiedade

A ansiedade é um transtorno mental que muitas vezes precisa do acompanhamento de um especialista na área. Mesmo assim, a ansiedade quando descontada na comida pode se tornar um grande vilão para a saúde e até acarretar a obesidade.

Nesses casos, não adianta apenas fazer o tratamento para a ansiedade, é necessário que a pessoa saiba diferenciar a fome física da fome emocional.

Alguns alimentos podem ajudar em momentos de ansiedade, são eles: Frutas cítricas, leites e ovos, banana, carboidratos, carnes e peixes, espinafre e chocolate.

Vida Financeira

É comum escutar que uma alimentação saudável é muito caro, normalmente esse tipo de comentário vem acompanhado com uma desculpa do tipo “meu bolso não aguenta.”

De fato, alguns alimentos e dietas costumam sair pouco em conta no final do mês, mas para tudo há um jeito, e sempre existe a possibilidade de encontrar receitas fáceis, de baixa caloria e saudáveis.

Falta de orientação profissional

A falta de orientação profissional na área da nutrição não apenas pode prejudicar sua saúde como também ir contra aquilo que você mais deseja, seja a perca de peso ou ganho de massa muscular.

Jogar-se de cabeça em alimentos da moda, dietas milagrosas ou restritivas, não irá apenas prejudicar seu corpo a longo prazo, mas também pode fazer o efeito reverso caso você esteja querendo emagrecer a curto prazo.

Procurar uma ajuda profissional pode tornar essa tarefa muito mais fácil e tranquila.

Consequências de uma má alimentação

Uma alimentação escassa em nutrientes pode causar subnutrição independente da idade, por sua vez, isso pode afetar a saúde física e mental da pessoa.

Além disso, a má alimentação pode causar hipertensão, diabetes, má digestão, envelhecimento precoce, anemia nutricional e obesidade.

Para casos de obesidade, além de ser necessário exercício físico e uma reeducação alimentar, é possível ainda optar por remédios naturais para acelerar o processo de emagrecimento.

O Slim Power é um remédio 100% natural que vem ganhando o mercado Brasileiro.

Liberado pela Anvisa, o remédio não possui efeitos colaterais e já demonstra resultados nos seus primeiros dias de uso.

Sua composição atua acelerando o metabolismo do corpo, diminui o inchaço e a retenção de líquidos, elimina as substâncias inflamatórias, reduz celulite e flacidez, aumenta a energia e retarda o envelhecimento da pele.

Com o Slim Power, é possível emagrecer sem morrer na academia ou em dietas restritivas, o indicado é tomar duas cápsulas por dia durante pelo menos três meses, e a venda atualmente é feita online.

 

Bebida alcoólica pode causar impotência?

power blue funciona mesmo

Muito se debate sobre o assunto, mas a ciência já comprovou diversas vezes que sim, o consumo indiscriminado de bebida alcoólica tem sim relação com a impotência sexual.

O mais triste é que, muitos homens que são alcoólatras correm um sério risco de se tornarem impotentes, o que pode causar mais problemas psicológicos e agravar o quadro.

Abaixo, veja mais sobre como o consumo de bebida alcoólica tem relação com a impotência sexual e alguns tratamentos para esse caso.

Por que o consumo indiscriminado de álcool leva à impotência

Homens que consomem bebidas alcoólicas com frequência e em exagero, podem sofrer  com a atrofia das células responsáveis pela produção de testosterona, o que leva à diminuição dos hormônios masculinos, o contribui para aparecimento da impotência sexual.

Também, esse é um dos principais motivos que leva ao surgimento de casos de ginecomastia, que é o aumento das mamas masculinas.

Esse problema, ainda pode se somar a danos causados diretamente em nervos responsáveis pela ereção, o que pode causar a diminuição da libido e caracteriza uma doença, a disfunção erétil.

Entenda, que não se trata de impossibilidades de ereção esporádicas, já que isso pode acontecer a qualquer homem, para ser caracterizado como impotência sexual, a dificuldade ou falha na ereção tem que ocorrer em mais de 50% das tentativas.

Mas, entenda que esses problemas que citamos acima são efeitos diretos do álcool no organismo masculino e todos os alcoólatras estão sujeitos a sofrer com consequências em maior ou menor grau, dependendo do caso.

A debilidade física

O álcool também causa uma grande debilidade física no corpo do homem, e como  sabemos que é necessário um grande esforço físico para o ato sexual e eis que essa debilidade física pode ser um agravante, já que sem resistência física não é possível ter êxito prática sexual.

O quadro pode começar com os problemas relacionados à queda no desempenho sexual, e depois cansaço excessivo, taquicardia e falta de ar, que tornaram cada vez mais difícil e inviável a relação sexual.

Problemas psicológicos

O alcoolismo também traz inúmeros efeitos psicológicos na vida do homem, que após consumir uma bebida alcoólica, costuma sofrer de forma imediata alterações psicológicas que dificultam o relacionamento com outras pessoas, especialmente com a sua parceira.

Assim, com o passar do tempo, após inúmeras tentativas frustradas para parar de beber, o homem acaba caindo em uma negação do sexo, acreditando que também não é capaz de fazê-lo.

Isso também é uma consequência do uso do álcool e não uma decisão consciente tomada pelo alcoólatra.

Tratamento para este caso

O primeiro passo para tratar a impotência sexual causada pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas é parar de beber, e como muitas isso não é uma tarefa fácil, será preciso conciliar um tratamento médico, com um psicológico.

O psicólogo indicará a terapia, e o médico os medicamentos necessários para reverter esse quadro, que em geral são usados inibidores da fosfodiesterase tipo 5, como:

  • Sildenafila
  • Vardenafila
  • Tadalafila

Mas lembrando, apenas um médico pode dizer qual o medicamento é o mais indicado para o seu caso, assim como a dosagem correta. Procure sempre a ajuda de um médico especialista, e nunca se automedique.

No caso da impotência sexual causada por bebida alcoólica é preciso tratar duas doenças, então procure ajuda médica o mais rápido possível.

Alternativas para impotência

Além dos medicamentos tradicionais que são prescritos pelos médicos e vendidos em farmácia, o público masculino também conta com estimulantes naturais para tratamento de impotência.

Produtos como Power Blue não são considerados remédios, portanto, não agridem o organismo e não provocam efeitos colaterais. Alguns homens questionam se power blue funciona mesmo, e sua eficácia é comumente atestada por diversos depoimentos favoráveis disponíveis na internet.

Quer saber sobre o power blue onde comprar? Diferentemente dos medicamentos encontrados em drogarias, este produto não precisa de indicação médica e pode ser encontrado à venda online.

O que pode provocar dor de cabeça

remedio para dor de denteA dor de cabeça é um dos incômodos mais comuns na sociedade, em especial na vida adulta.

Normalmente, não traz consequências sérias e nem é causada por doenças preocupantes, mas cabe saber as suas principais razões e quando essa dor pode demandar mais cuidados.

Primeiramente, a dor de cabeça pode ser justificada por problemas oculares simples, como o grau dos óculos estar inadequado ou mesmo pelo indivíduo não o usar.

Quando os óculos são trocados, também é normal que a dor de cabeça surja porque os olhos estarão em adaptação por alguns dias.

Mais uma razão simples para essa dor é a anormalidade dentária: quando há cáries muito avançadas ou outros problemas nos dentes, é comum que a dor também se estenda para a cabeça.

Nessa situação, pode-se ingerir remedio para dor de dente para atenuar a condição imprópria, mas ela retornará se o dente não for tratado.

Mais algumas condições nas quais pode ocorrer dor de cabeça são neuralgia do trigêmeo, devido à pressão craniana, ataques de pânico, meningite, ruptura de vasos cerebrais, ressaca, artrite, otite, desidratação, Síndrome de Arnold-Chiari, tumor cerebral, aneurisma cerebral, sinusite aguda, toxoplasmose, síndrome pós-concussão, uso de certos remédios, glaucoma, encefalite, intoxicação, trombose venosa e muito mais.

Tratamento para dor de cabeça

remedio para dor de denteQuando se trata de situações específicas, como não ter dormido bem ou uma gripe, a dor de cabeça pode ser tratada somente com um analgésico comum.

Entretanto, quando ela é causada por sinusite, por inflamações no ouvido e outras doenças, é necessário que elas sejam tratadas para que a dor de cabeça também seja.

No geral, os pacientes com cefaleia não precisam ir ao hospital, a menos que tenham outros sintomas associados, tais como náuseas, problemas para falar, torcicolo, febre superior a 39°C, confusão mental, dificuldade para andar, dificuldade para enxergar, dormência, desmaio e outros.

Quando a dor de cabeça é muito forte e o analgésico não faz efeito, também é interessante procurar o hospital, bem como se essa dor acontece de maneira recorrente.

Condições externas que causam dor de cabeça

Por vezes, essa dor não é devido a nenhuma doença, mas a condições isoladas e aos maus hábitos. O calor excessivo, por exemplo, pode desencadeá-la, assim como o consumo de cafeína e o estresse.

O especialista que faz o acompanhamento da dor de cabeça é o neurologista e, nos casos recorrentes, ele pode solicitar tomografias, além de indicar mudanças alimentares e a ingestão de medicamentos de controle.