Home » Relacionamento » Manter ou não o relacionamento em nome dos filhos

Manter ou não o relacionamento em nome dos filhos

Oi meu amor, tudo bem? Hoje vou falar sobre um tema que foi uma pessoa que pediu para falar. Quando a gente mantém o relacionamento em nome dos filhos, relacionamento é uma porcaria, ele já não existe mais, mas a gente diz que não separa para preservar os filhos. Se o seu relacionamento não tá bom é você quem precisa olhar, perceber e avaliar isso, esse é um passo, não, esse relacionamento já deu o que tinha que dar, ele não tá bom, ou então ele está ruim demais, enfim, isso você precisa avaliar.

Agora, se está muito ruim, manter isso em função dos filhos, porque você tem filhos, precisa um olhar muito, muito carinhoso, porque dependendo do nível desse relacionamento você vai destruir mais os seus filhos do que se você se você se separasse. Isso é uma coisa que se você conversar com qualquer psicólogo, principalmente psicólogos que atendem adolescentes e crianças eles vão dizer isso para você.

Manter ou não meu casamento?

Muitas vezes manter um relacionamento ruim em nome dos filhos é uma desculpa que você dá para você, porque você não tem coragem de terminar esse relacionamento, você não tem coragem de seguir em frente, e quando digo isso não estou falando mal de você, não é fácil ter essa coragem de decidir chega, acabou, basta, esse relacionamento já foi onde tinha que ir, é muito difícil fazer isso, é muito difícil ter essa coragem, é muito difícil ter a coragem de retomar a pegar a vida nas mãos e criar uma história melhor, e tudo bem.

A gente já falou sobre isso, se for preciso, se você reconhece, busca ajuda, agora não use teus filhos para manter esse relacionamento. Os teus filhos não podem ouvir as brigas, não estão presentes nos conflitos, mas eles percebem tudo num nível muito sutil, e isso os destrói. Nós achamos que como a criança, um adolescente não tem maturidade de absorver aquilo. Ele pode nem estar vendo, mas ele está percebendo é tudo, não em um nível  consciente, mas no inconsciente o estrago é o mesmo.

O que teu filho precisa  da mesma coisa que você precisa, que teu parceiro ou parceira precisa, o direito a uma vida saudável, e uma vida pode ser saudável mesmo quando os pais não estão mais juntos. O que você tem que ter em mente , é uma vida de amor, uma vida saudável, se teu tenho um relacionamento tem salvação, invista nisso, se é possível nutrir teu relacionamento, fazer com que ele brote novamente, floresça novamente faça o que achar que deve. Agora se isso não é possível, aí você tem que ver o que você vai fazer. Pode ser que você diga assim: “Vou ficar por aqui mesmo”, mas não em nome dos teus filhos, não use seus filhos para manter seu relacionamento. Você vai destruir os seus filhos muito mais do que preservar, muito
melhor dar uma vida saudável para eles.

Assuma as consequências dos seus atos e não use seus filhos ou qualquer outra pessoa para se manter em relacionamento nenhum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *